I Colóquio Internacional CEIS 20

Refugiados, territorialidades precárias e instabilidade política

As mobilidades espaciais desreguladas constituem um fator de instabilidade que potencia riscos, alarga as margens da desregulação e aumenta a imprevisibilidade. Na Europa, a crise dos refugiados que teve o seu apogeu em 2015 deixou um rasto que se prolongará no tempo. Por um lado, estes fluxos revelaram a instabilidade dos espaços de vizinhança e, por outro, demonstraram a falta de coesão do projeto europeu. Essas mobilidades materializaram-se em territorialidades precárias, das quais são exemplo quer as viagens vulneráveis que, em muitos casos, terminaram em tragédia, quer os territórios de espera e bloqueio ao movimento, formais, nalguns casos, informais e espontâneos noutros. Neste contexto, nos membros da União Europeia acentuaram-se as posições autocentradas, registaram-se sintomas de egoísmo territorial e levantaram-se muros, visíveis e invisíveis, de bloqueio ao movimento. Os efeitos de longo prazo desta cartografia defensiva estão ainda por apurar. Contudo, o reforço dos nacionalismos e das ideologias identitárias, assim como a reequação dos sistemas partidários tradicionais, com a emergência de forças políticas extremistas, estão entre as tendências que merecem ser ponderadas. Ainda que a base deste novo cenário político seja estrutural e deva ser cruzado com múltiplas variáveis, a crise dos refugiados constitui um quadro de referência incontornável para entender a Europa contemporânea e futura.

 


P R O G R A M A

7 de novembro de 2018

 

14:30 – Conferência de Abertura
Michel Agier – Refugiados e as territorialidades precárias.
Moderadora: (Brevemente)

15:15 – Territórios de espera: fronteiras de contenção e cidadania
Helena Ferro (DW Akademie – agência alemã de notícias)
Raquel Freitas (CIES-IUL – Centro de Investigação e Estudos de Sociologia)
João Luís Fernandes (FLUC-CEIS20)
Moderador: (Brevemente)

Coffeebreak

17:00 – Mesa Redonda – Sistemas Políticos e Crise(s) dos Refugiados
Marta Pachocka (Warsaw School of Economics, Holder of Jean Monnet Module EUMIGRO)
Álvaro Vasconcelos (CEIS20)
Erwan LANNON (Colégio de Bruges)
Moderador: (Brevemente)

 

8 de novembro de 2018

10h15 – Conferência de abertura do Congresso Border Crossings: territórios e fronteiras em investigação: Filippo Grandi – Alto Comissário das Nações Unidas para os refugiados
Moderador:

coffeebreak

11h30 – Mesa-redonda: Globalização, crises e conflitos
Christos Stylianides – (Comissário Europeu para  a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises)
Michel Agier (Sorbonne – Paris)
Viriato Soromenho Marques (Universidade de Lisboa)
Teresa Rodrigues (IPRI – Universidade Nova)
Moderador: Carlos Amaral

14h30 – Sessões Paralelas – migrações, crises e conflitos
Call for papers (Brevemente)